Aguarde...

Benvindos

A visitar

• PRAIA DO BALEAL
 
A Praia do Baleal apresenta um areal muito extenso com cerca de 1,2 Km. O mar é bastante agitado e, por isso, muito procurado por desportistas náuticos. A praia, muito exposta a ventos, é delimitada a Norte por uma saliência da falésia que entra pelas águas dentro e a Sul pela Península do Baleal. A nascente o cenário é uma mistura entre habitações e campos de cultivo. Tem também uma pequena baía a Norte, onde são formadas "poças" onde habitualmente se encontram as crianças em família. 
 
É segundo Raul Brandão: "A Praia mais linda da terra portuguesa."
 
Acesso: Itinerário Principal 6, saindo em Atouguia da Baleia em direção a Ferrel.
Bandeira Azul: Sim
Facilidade de Estacionamento: Tem parque de estacionamento.
Localização e acessos: Peniche/Baleal/Ferrel
Observações: Praia Dourada
Serviços de apoio disponíveis: Pesca desportiva, Aluguer de toldos, espreguiçadeiras, Bar, Duches, Restaurante, Praia vigiada.
 
• PRAIA DE ALMAGREIRA
 
Situada a norte do Baleal, a Praia da Almagreira parece ter ficado protegida da intervenção humana, mantendo um aspecto praticamente selvagem, destacando-se pela sua paisagem singular desenhada pelas arribas e falésias que se estendem pelo areal. É uma praia com toda uma extensão de costa imensa e com uma envolvente de vegetação única. 
 
A entre cortar a areia, na zona central, existem diversas protuberâncias da falésia que criam vários recantos mais abrigados do vento. O mar é agitado, sendo esta costa muito procurada por amantes de desportos náuticos, essencialmente por surfistas. 
É considerada uma das 10 melhores praias desertas do país. 
 
Facilidade de Estacionamento: Fraca, aconselhando-se o acesso pedonal ou em bicicleta.
Localização e acessos: N114, Atouguia da Baleia, praia assinalada.
Serviços de apoio disponíveis: Pesca desportiva, Bodyboard, Surf.
 
FESTAS
 
• Festa em Honra de Nossa Senhora da Guia.
 
Esta é a principal festa de vila de Ferrel, uma festa com história, uma vez que os seus primeiros registos remontam ao século XVII,"quando a câmara municipal de Atouguia da Baleia, a 6 de Agosto de 1639 concedeu licença aos mordomos da festa em honra de nosso senhora da guia de Ferrel, para matarem aves no ribeiro de Atouguia da Baleia" (livro de assuntos diversos da vida municipal de Atouguia da Baleia, 6 de setembro de 1639, fls.169).A festa é organizada por uma comissão criada para esse efeito que muda de dois em dois anos, sendo que para a constituição desta comissão existiam, até há alguns anos atrás, alguns critérios, tais como ser natural de Ferrel, ser casado, entre outros.De há uns anos a esta parte e, fruto da evolução dos tempos e com a festa de Ferrel a ganhar uma nova dimensão, tornou-se necessário aumentar o número de membros da Comissão Organizadora, fazendo cair por terra alguns critérios utilizados até então.
 
Manteve-se, contudo, o espírito de voluntariado e de amor à terra, tão necessários para se organizar um evento desta natureza, cujo cariz é totalmente religioso e social que todos os lucros da festa revertem em favor da Freguesia, suas gentes e organizações.Celebra-se, assim, a invocação de nossa senhora da guia, padroeira de Ferrel, num evento/ambiente agradável, onde o religioso e o profano convivem saudavelmente.O aumento do turismo e com a localização do espácio-temporal a seu favor, este grande evento que é a festa de Ferrel tornou-se numa referência na região oeste, tendo sido já em 2011, considerado pela revista Up Magazine- distribuída pela companhia aérea portuguesa TAP, como a melhor e maior festa da região do oeste - "e porque em Agosto muitas terras, freguesias, lugares, aldeias e vilas estão em festa, dê um pezinhho de dança, beba uma mini e coma uma fartura num dos muitos arraias populares que acontecem por estas bandas: o mais famoso é o de Ferrel (no distrito de Leiria) e que começa a 5 de Agosto.
 
Começa, impreterivelmente a 5 de Agosto de cada ano, estendendo-se, por norma, até ao fim da semana seguinte para que ao sábado se possa realizar a já famosa corrida dos burros, entre outras surpresas do cartaz, como dj´s, espetáculos musicais e pirotécnicos, divertimentos e muita muita animação na festa.
 
• Festa em Honra de Santa Quitéria. 
 
É também uma festa religiosa e tradicional. Realiza-se por norma no último fim de semana de Outubro. Relativamente à comissão organizadora, tem obrigatoriamente que ser jovem e solteira. Tem vindo a ficar conhecida como a festa da Castanha e Agua Pé. 
 
• Festa em Honra de Santo Estêvão.  
 
É também uma festa religiosa e tradicional. Realiza-se por norma em Novembro, sendo um objetivo apanhar a data mais próxima do dia 11, magusto. Relativamente à comissão organizadora, é composta, normalmente, por residentes do Baleal. 


Compartilhar titulo produto